12 junho 2011

(sala) esgotada...

17 comentários:

Ingrid disse...

beijar é muito bom..e beijos de amor intenso em tuas palavras..
beijos perfumados para o dia de hoje..

Paula Barros disse...

Fiquei imaginando as palavras que beijam, que abraçam, que acariciam corpo e alma...palavas inesquecíveis, que tornam o amor vivo e sentido.


(este video com as águas em movimento está belíssimo)

Aninha Zocchio disse...

Encantada com seu blog e com seus textos!!

mfc disse...

Cobrir de beijos... hummm... que sensação tão boa!

Multiolhares disse...

entre beijos e palavras conjugaste o verbo amar
bjs

blog da Paraguassu disse...

Olá,
Ótima postagem, muito apropriada para esta data e o fundo musical é uma viagem ao mundo de sonhos maravilhosos e cheios de luz. Lindo, lindo! Amei.
Convido a visitar meu blog e, se gostar, siga-me e deixe um comentário em minha postagem, ok? Já estou seguindo você e voltarei sempre.
Um grande abraço,
Maria Paraguassu.

Vivian disse...

...há palavras que nos beijam
como se tivessem bocas...

lembrei-me da música,
lendo você!

bj, poeta!

Tatiana Moreira disse...

Uauuu...
Tudo aqui é sensualmente belo!
Palavras quando beijam tornam tudo mais real!
Tenha uma ótima semana!
Um abraço carinhoso

Anónimo disse...

"Retrato" sou o anónimo/a que o segue, comparo a composição maravilhosa do seu blogue a um Génio que segui até à morte - Ingmar Bergman.
Mesmo a imagem trabalhada da Net tem a leveza e convive Bem com os vocábulos em movimento...
Espero continuar a ser espantado/a com a rodagem do Disco de Benham!
Bem Haja.

retrato disse...

minha nossa...

caro anónimo/a,
quero agradecer (nem sei como) as suas elogiosas palavras e a sua visita, mas sinto-me atrapalhado com a comparação que faz, entre mim, e o "Génio", inesquecível, Ingmar Bergman.
se me permite, sem o/a ofender, não posso aceitar tamanho elogio, pois ele confude a grandeza do "Génio" com a minha pequenez que, seguramente, alguma vez ambicionará ter capacidade para atingir, um pedaço que seja, da riqueza/legado que este nosso "Génio" nos deixa, e tantas vezes (ainda hoje) nos espanta e encanta.

Bem Haja, por enriquecer este meu espaço.

BRANCAMAR disse...

Meu amigo,

Embora nuns dias de férias e com uma vida nómada, vou passando por aqui sempre que posso e os teus poemas continuam a espantar-me.
Lindos e plenos de sensualidade.

Parabéns.

Beijos

olhar disse...

beijar é mesmo bom demais....receber muitos beijos melhor ainda...


um beijo então!

Bia

Anónimo disse...

Sentir-se beijada pelas palavras... que doce imagem...
Recebe um abraço apertado...

Fica bem...

Alice

Evanir disse...

Um belissimo blog de muito bom gosto cor imagens e seus poemas.
Fiquei feliz em te encontrar deixando convite para visitar o meu blog beijos no coração,Evanir.

Anónimo disse...

Penso que todos/as temos o tamanho da nossa criatividade, e voltando ao IBergman, teve um longo caminho que julgo poderá ser o início do seu...além do mais e para que não veja elogio (fácil), recordo-lhe uma das verdades de Ortega y Gasset "Eu sou eu e a minha circunstância, e se não a salvo a ela, não me salvo a mim".A forma como rebuscamos o sonho pode transformar-se em realidade. Sempre atento/a e agrdecido/a.

retrato disse...

caro(a) anónimo(a),

confesso que as suas palavras, de novo elogiosas e que agradeço, denunciam grandeza de pensamento e cultura. na verdade, para se atingir um fim tudo tem um princípio e a criatividade não está alheia a esse fato, para tal, a mente que a alimenta tem muito a dizer e, já agora...

se já fazia uma ideia perante quem estou presente, não no quem seja, porque não sei, mais reforço com o comentário que hoje me deixa.

surpreende-me e enriqueço com a sua escolha da máxima de Ortega y Gasset. convite inteligente à reflexão, deixando em aberto a postura (persistência) na defesa dos nosssos quereres.

por fim convido-o(a), e peço-lhe que não veja este convite com caráter publicitário mas sim, demonstrativo da temática a que sempre me dediquei, a visitar um blogue, que encerrei, mas que penso, reforçará a sua opinião de mim e da minha "circunstância", e o espaço que já ocupa no tempo.

http://temperadois.blogspot.com

deixo o meu Abraço e agradecimento pelas visitas.

Parapeito disse...

:)) Gosto deste genero de filme...com final feliz.
brisas doces*