01 março 2011

apenas isto... porquê?

eu sei, eu sei que muitos dirão,  "agora todos escrevem sobre a pobreza, a guerra, e que estão fartos de ler e ouvir", mas eu insisto, e sei que estou a repetir outros Bloguistas.
eu insisto no sofrimento que "habita" em corpinhos, tão pequenos e inocentes, e que apesar desse peso, tão injusto, as suas carinhas conseguem denunciar sorrisos, tão brilhantes, e tão ignorantes.

também sei que haverá alguém a dizer, "e é com estas tuas palavras que consegues mudar o Mundo?".
infelizmente não, mas em consciência, sei que estou com essas crianças no meu pensamento, e a sofrer, à minha maneira, a dor que as alimenta. 

uma criança não devia "saber", ou "sentir", cantar uma música destas. demonstrar a qualidade da sua voz, que a tem, expressando palavras, melodiosamente conjugadas, mas tão negras. contribuem, sem dúvida, para um alertar todos nós, com idades bem mais responsáveis, convidando-nos a refletir no resultado final depois de todas somadas... a letra de uma canção, brilhantemente interpretada, mas em contra-partida, denunciando este Mundo em que vivemos, e tantas crianças a crescerem no leito do sofrimento.

a cada dia que nasce, "a guerra propaga-se" e o número de "crianças a sofrerem... aumenta".

8 comentários:

Paula Barros disse...

Cada um escreve o que lhe vai na alma, na consciência, o que sensibiliza, acredito que assim seja com você.

É sempre triste ver pessoas sofrendo, e muito mais me toca se são crianças.

Não conhecia este video.

abraço.

mfc disse...

A solidariedade é sempre uma palavra actual.

Vivian disse...

...se quisermos usar este
tema para fazer posts diários,
não precisamos de mais
nem um assunto...

vamos refletir...

bjbj

BRANCAMAR disse...

Já passei por aqui antes. Conheço esta canção há muito, é um tema demasiado doloroso.
Tal como o menino da canção também eu pergunto muitas vezes porquê, porque tantas crianças têm que sofrer?

E nunca encontro uma resposta para tamanha injustiça, nunca...

Beijos
Branca

nuvemdoce disse...

É verdade, as guerras são cada vez mais, a tolerância perde-se no espaço, as pessoas sofrem, as crianças são arrastadas na corrente e o terror cresce, com insegurança, tristeza e muito sofrimento.
Escreve-se para chamar a atenção, escreve-se para atenuar a dor, escreve-se para tapar feridas,as palavras parecem nunca chegar, mas se essa é a nossa luta, que lutemos para que um dia se escreva definitavamente PAZ!!..

Beijokas

TITA disse...

Como pode o sofrimento de uma criança deixar-nos indiferente?Plenamente solidária...Um abraço.

Sentidamente disse...

Nunca é demais falar no que deve ser falado!...
A mensagem talvez fique mais comovente mas choca-me que tenham feito desta criança actor representando o seu próprio drama… Porque se o não era passou a sê-lo… As crianças devem sempre ser poupadas. Bem basta quando a vida não permite que o sejam.
Grata pelo tema abordado.

Anónimo disse...

...porquê?...

A.Matos