11 março 2011

um livro tem sempre um título...


AUSÊNCIA...
parece-me que entendo, agora, o enredo deste livro.

6 comentários:

mfc disse...

Um texto que dói.... porque verdadeiro!

Ingrid disse...

eu também..
abraços..

BRANCAMAR disse...

Li e reli, será um fim?

Este livro parece um tanto ou quanto dramático, mas a pior ausência é a ausência de nós próprios, aquela que nos ata a vontade e o ânimo. Todos a temos em alguns momentos, ma o enredo muda no próximo acto.

Hoje estive todo o dia ausente, por uma boa causa.

Vim ver se tinha por aqui novas mensagens e esta é mais uma boa mensagem para meditar...

Só por isso este texto é um bom enredo e uma boa presença.

Beijinhos
Branca

Multiolhares disse...

existam folhas dos livros mais dificeis de escrever que outras, mas quando escritas e lidas é mais uma folha que se volta para outra se escrever e ler
bjs

Vivian disse...

...nunca haverá fim para
nós, espíritos imortais.

às vezes uma pequena pausa
apenas para mudar o palco.

deixo-te boas energias
para esta alma linda!

bj

Paula Barros disse...

Ausências..aquelas que nos trazem dores, e deixa as páginas dos dias em branco, e da vida em negro.

Sempre muito criativo os seus textos e post.

abraço.