10 agosto 2013

semeias em mim palavras que te quero dizer,
e não sei como fazer.
preciso do que é teu, quero o que é teu.
sejam palavras,
gestos...
quero ouvir a voz das minhas mãos,
das nossas mãos...
cantando melodias, desfolhando pautas,
intimas... de nós.

palavras, ou gestos...  que importa...??
seremos nós, numa só voz...!! 


 

17 comentários:

LUZ disse...

Olá, queridíssimo Sérgio!

Dizia Santo Agostinho uma frase, que é, foi e será uma verdade inquestionável, que não dá para opinar e nem sequer entender, e que era, a seguinte: "AMA E FAZ O QUE QUISERES".

O que acabou de escrever é tão singelo, mas, simultaneamente tão grandioso!

DÁDIVA E PRECE SUPREMA!

Afinal, quer tão pouco...! Só quer tudo dela, em termos afetivos, para depois juntar às suas "economias" sensoriais e conseguirem construir um templo, DE AMOR, DECERTO.

Lá, oraremos e "cairemos", em adoração.

JUNTOS, EM VERDADE E AMOR, TUDO SE CONCRETIZARÁ. Que assim seja, se essa for a vontade de Deus.

Excelente noite, com sossego interno, mas com o coração, a pulsar.

Abraço, com carinho, da Luz.

PS: quanto ao vídeo, é tão terno!
Daria tudo por aquela paixão. É fantástico como, em determinadas épocas da nossa vida, sentimos estes impulsos, estas vontades, que são sempre verdade. EU SEI.

LUZ disse...

Ligeiras e acertadas alterações, meramente de palavras, mas que embelezam e dão mais força, sensibilidade e precisão àquilo que quer transmitir. CONSEGUU!

É NESSA MÚSICA A UMA SÓ VOZ, QUE VAMOS.

Abraço.

Mammy disse...

Na voz de Elvis estão todos os amantes! <3
Bjs

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Meu querido Sérgio

Os teus poemas têm vida própria cruzam-se por dentro da pele...são um rio a transbordar na espuma dos dedos...esculpindo as palavras que ficam nas mãos...esperando pelo tempo.
TERNO...DOCE E APAIXONADO.

Beijinho com carinho
Sonhadora

Paula Barros disse...

Palavras belas, intensas.
E fica a sensação de querer ter escrito assim, muito criativo.
abraço

Paula Barros disse...

Ouvir Elvis foi voltar a adolescência, época de paixões, de sonhos, de turmas. E por aqui fiquei ouvindo mais músicas de Elvis.
abraço

LUZ disse...

Apetece-me tanto dançar, ser levada e embalada por uns braços potentes, mas ao mesmo tempo, leves e complacentes.

Enfim, estou a sonhar, mas o sonho comanda a vida, como diz o nosso poeta.

Lindo resto de sábado e melhor domingo, se possível.

Caindo de amor é a mesma coisa que estar apaixonado/a, por alguém, certamente.

APRAZÍVEL, DELICIOSO E "TEMÍVEL", este vídeo, porque podemos não "responder" por nós.

PARABÉNS PELA SUA ROMÂNTICA E ACERTADA ESCOLHA.

Abraço de muita luz.

LUZ disse...

GOSTO DE TI


Gosto de ti, com palavras
que nunca, nunca te disse
e com o coração trémulo
de uma pomba assustada.

Gosto de ti com os olhos
sinceras e indiscretas janelas
e com a sede ousada da boca.

Gosto de ti, com toda a pele
com o meu corpo todo, inteiro
e com os gritos e os desejos
que trago dentro da roupa.

Gosto de ti, com as minhas mãos
as mesmas que hoje te dizem
um breve, um muito breve, ADEUS.


Autora: (eu)

sérgio figueiredo disse...

coincidência, Luz. também a mim, enquanto escrevia e estava a ouvir esta música, o grande Elvis, deu-me uma vontade louca de dançar... não faço ideia se ainda sei dançar...!!

lindo resto de sábado, e melhor domingo, se possível...
isto não é coincidência, é retribuir-lhe pegando nas suas palavras.

adoro poesia, vivo poesia, sonho poesia... gostava de ser poeta...!!

coincidência, usou a palavra "ADEUS" e eu penso constantemente nela... porque a detesto. não conjuga com "poesia", talvez por isso...!!

por falar em "poesia"... lindíssimo poema, Obrigado...!!

Fa menor disse...

Porque a pessoa constrói-se na relação com os outros.

Bjos

Luciana Souza disse...

Oi Sérgio
Vc é realmente incrível com as palavras! Fiquei imaginando "ouvir a voz das mãos" kkkkkk. Adorei! Que legal que vc colocou painel de seguidor, é claro que estou te seguindo! Pena não ser a seguidora número um! kkkkkk.
Bjos.
http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

Pérola disse...

Uma poesia que já põs muitas mentes a flutuar em mundos imaginados e, quiça, reais.

Tens um Dom inquestionável.

Gosto da tua maneira de gostar.

Beijo

LUZ disse...

Olá, Sérgio!

Como tem passado?

Tanto calor, não está? Quente, tous les hours, mas hoje está "no ponto".

Lembra-me aquele jogo, que fazia quando eu era criança e que consistia em esconder um trapinho, um objeto qualquer, e outro/a ir procura-lo. Entretanto, e quando ele/a estava próximo, eu dizia: QUENTE, MUITO QUENTE. Lembra-se?

Então, e aproveitando a onda de quentura, de calor interno e externo, para quando nova publicação?

Fico a aguardar. Por vezes, fazer surpresas é BEM BOM (canção das Doce). Lembra-se, decerto.

Linda tarde, quente.

Abraços,

de luz e calor.

Anónimo disse...

Esta "coisa" que se intitula como LUZ não passa de uma ninfomaníaca e ainda mortinha por te saltar para a espinha, Sérgio...

Come-a, rapaz! Que ela anda mais sedenta de ti do que Portugal de dinheiro.

Será que ela sabe que és bip...?

É uma vergonha este assédio nojento...

sérgio figueiredo disse...

Meu caro/a anónimo/a, em primeiro deixo os meus agradecimentos pela sua visita e comentário. em segundo... o sr/a sabe o que quer dizer "meta-se na sua vida e deixe a dos outros em paz..."??
eu até que podia apagar este seu comentário, mas como a verdade vem sempre ao de cima... não o vou fazer porque me considero, e considero a senhora a quem se refere, muito superiores à sua má língua. mas ainda lhe digo mais...
eu não me sinto assediado por ninguém, cada um interpreta a escrita à sua maneira... eu respeito. por outro lado, quanto à senhora a que se refere, não serei eu a defendê-la mas sim, ela própria o fará, como achar que o caríssimo/a merece. e acrescento mais um pormenor... quando me questiona se a dita senhora sabe que eu sou "bip...", começo por lhe dizer que, embora isso seja tocar a minha vida particular, eu não escondo nada a ninguém que mereça saber de mim e, para satisfazer a curiosidade de todos os que me visitam sobre o que o sr/a quer dizer com o "bip...", eu esclareço... quer dizer que padeço de doença bipolar do tipo II... que não é pecado e não ofende ninguém, pelo menos eu, que até por este seu comentário não justifica alterar a minha postura, aquela que todos os que me conhecem e leem, estão habituados a ver em mim. mas mais, eu faço-lhe a vontade e respondo-lhe... sim, a dita senhora a que se refere, sabe que eu sou "bip...". e há muitos outros que o sabem também, e sabe porquê...?? porque eu tenho um blogue sobre a minha doença e a maneira como a vivo, como lido com ela...!!

reforço o meu agradecimento pela sua visita, e comentário.

Pérola disse...

Ventos quentes cruzam esta espaço de vermelho pintado.

Inimitável, como sempre.

Beijo

Parapeito disse...

lindo doce e que toca a pele...gostei ****