17 julho 2011

claro que sei...

12 comentários:

Marly Bastos in "palavreados ao vento" disse...

Que porquê lindo! Adorei a delicadeza e romantismo da poesia.
Beijokas doces.

Ingrid disse...

o amor não precisa de porquês..
beijos..uma linda semana.

Paula Barros disse...

Então ama, e declara, e declama.

Ficou belíssimo.

abraço

Sonhadora disse...

Meu querido

Que declaração de amor linda...não te fiques nos porquês...vai até aos finalmente.
Como sempre sensíveis as tuas palavras.

Deixo um beijinho
Rosa

mfc disse...

... e é tudo quanto importa!

Sandra Zelly disse...

Retrato:

Não veja neste comentário ironia,não sou irónica, apesar de António Gedeão, lhe chamar a suprema inteligência.Lembro-lhe o filósofo: "Estou contente, por saber que sei, que não sei, aquilo que sei".

Shalom

BRANCAMAR disse...

E o amor é um mistério, ninguém sabe o seu porquê?

Muito lindo!

Beijos

cidinha disse...

Olá, amigo. È muito bom estar aqui. Me sinto em preno teatro, com esse video maravilhoso e bela poesia! Grande abraço..

ArcadoAutoConhecimento disse...

Amar não precisa de mais nada. Basta sentir. Beijos.

Aninha Zocchio disse...

Por que se ama??
Porque se ama!!
Ama-se porque... por quê?
:-)
Bj poeta!!

Sonhadora disse...

Retrato

Deixando um beijinho, no dia do amigo

Rosa

Multiolhares disse...

Os porquês deixam de importar perante o amor, pois quando se pronuncia a palavra " Amo-te " não é o intelecto que esta presente mas o sentimento que é tocado pela alma e vivido com o coração.
beijinhos