25 janeiro 2011

irreverente...

Senhor de grande finura
com alma rica de palavras
irreverente na sua postura
de personagens por si representadas
com falas faladas declamadas
até cantadas
(minha nossa...outro)
ele ama as palavras

(poeminha de "retrato")

18 comentários:

Paula Barros disse...

Não consegui acompanhar o video, às vezes não entendo por causa da pronuncia.

Mas entendo de palavras, autores, cantores, que nos apaixonam.

abraço

lágrima disse...

terei que voltar porque não conseguir ler os vídeos
e será com enorme prazer
o visual da tua página é lindissimo
és muito sensível às artes, nota-se em todos os pormenores
também Natália Correia foi uma excelente escolha com esse fabuloso poema
é, adorei estar aqui
volto com certeza :)
beijo

lágrima disse...

voltei...
um quase esquecimento imperdoável
- a tua poesia -
:) gostei muito :)
mais um beijo

Ana Martins disse...

Boa noite,
grata pela visita, e desde já parabéns pelo blogue, alem do bom gosto, tem posts muito interessantes.

Beijinho,
Ana Martins

MagyMay disse...

Gosto de "palco"... da voz e da expressão das emoções.

Parabéns pelo blogue!

Volto mais.

PS - Resposta ao comentário deixado no meu blogue:
Combinado! Desafio aceite. Palavra de escuteiro! (rs)

Fa menor disse...

Que saudades!... Bons actores que nos deixam, de facto, muitas saudades.

Obrigada por estas recordações.

Bjos

BRANCAMAR disse...

Muito comovente voltar a ouvir José Viana por quem nutria uma grande admiração, sobretudo pelo seu humanismo, pela ajuda aos que se iniciavam na carreira, por tanto que poucos conheciam.

Uma justa homenagem.

Um abraço.
Branca

A.S. disse...

Quanta saudade!!!

Um abraço,
AL

Anónimo disse...

parabéns pelo seu blog.
deixo um mimo :

porcelain unicorn

http://www.youtube.com/watch?v=hRMcPJrWm-g

Anónimo disse...

seja feliz...


fátima

retrato disse...

como não tenho outro meio de agradecer, retribuindo com visita, agradeço à Fátima e ao outro Anónimo, terem estado neste palco.

Quanto ao vídeo...
reflexivo com final conquistado pela ternura.

lágrima disse...

... um encantador vagabundo desta "Lisboa que eu amo"...
José Viana é inesquecível.
fabulosa escolha tu fizeste
bem hajas por fazer reviver as nossas memórias, nos mais belos palcos, que foram também os da vida.
vim dizer-te bom dia.

Sonhadora disse...

Meu querido amigo

Mais um vulto inesquecivel da nossa cena teatral...voltamos no tempo...e é bom recordar...é bom passar aui.

Deixo-te beijinhos e carinho
Sonhadora

Parapeito disse...

que bom chegar a este palco e recordar pessoas assim...
ele amava as palavras...ele amava a vida...
brisas doces para si*

São disse...

Foi pena ter desaparecido duplamente.

Bom fim de semana.

Baila sem peso disse...

Mesmo não conseguindo ouvir
tenho na lembrança as palavras
(falas, faladas, declamadas
que aqui também mto bem deixadas são ):)
(ao lado tb o poeta que era tanta pessoa, deixou seu amor a escorrer pelo coração...):)

(deixei comentário na recordação anterior...não o vejo, devo ter feito asneira, sim senhor!) :))

Boa semana
beijos

Maria João disse...

E nas palavras amadas, nas que disse e cantou houve vida declarada que ao teatro entregou. Foi escritor e pintor, exímio por sinal, foi um homem com nobreza sendo do povo afinal.
O povo por quem falava e com ele tantas vezes, riu e chorou.

Aplaudo de pé, José Viana, honrado aqui no teu palco!

Um abraço

Sentidamente disse...

Gosto das palavras! Gosto de jogar com elas, de as usar, baralhando-as e depois encontrar-lhes um sentido! Gosto de as dizer alto, de as ouvir, reproduzidas pelo timbre da minha voz!
Gosto de as ler na arrumação que outrém lhes deu!
Mas gosto infinitamente mais, quando ganham vida na interpretação artística de Alguém que genialmente o sabe fazer…
Aqui, neste vídeo, o José Viana, vivencia as palavras, através da voz e da expressão fisionómica e elas saltam do papel, e sugerem imagens vivas, quadros onde se movimentam pessoas, onde acontece vida, boa ou má, certa ou errada mas VIDA! Assim é a arte!