25 outubro 2012


vejo mistério no branco, e um olhar que não pára de me chamar. 
tens o fruto apetecido, e o aroma do desejar.

dá-me as asas, para em teu corpo poder voar...

5 comentários:

#*Marly Bastos*# disse...

Sensualidade em poesia...E um pedido que é poema.
beijokas doces

Ingrid disse...

que belo voo!..
beijos ..

Vivian disse...

...encantas-me!!!

Sérgio querido,
que bom tê-lo de volta
a enfeitar a blogsfera!

bjs da Vivi

Pérola disse...

Uma vontade arrebatada.
A Blogosfera brilha mais com a tua magia nas palavras.

Beijinho

Parapeito disse...

e que as brisas doces e serenas acompanhem esse voo!
Abraço*