18 novembro 2011

a tela...

(click na imagem, leia ampliado)

43 comentários:

luadecristal disse...

Na tela do palco, na tela da vida, as tintas os pinceis o destino do amor pintado pelo bater ritmado do coração transformado no arco iris melodico dos acordes do universo.
beijinhos

Parapeito disse...

uma bela paleta de sentires...
brisas doces***

Marly Bastos disse...

Sr Retrato,
Quando deixamos nossos sentimentos fluir com certeza saímos da margem para o centro do coração e a tela passa a ter a cores do amorrrrrr!
Beijokas doces e um bom fim de semana

Ingrid disse...

teu palco sempre me encanta..
aplausos!
beijos perfumados..

Paula Barros disse...

Muito lindo, me emocionou.

Secreta disse...

Uma tela vazia, que com várias margens preenchemos, no decorrer do tempo.

Hana disse...

Encantada com seus escritos, encantada com as imagens encantada com seu coração, pois lemos ele aqui.
Um super lugar para uma boa leitura.
Tenho muitos amigos em Portugal, amo esta terrinha, os protugueses tem uma alma especial.
Aqui encontro Dalai-Lama me sinto em casa, e falamos a mesma linguagem. Muito obrigada pelo tempo que aqui passei.
Com carinho
Hana

Ma Ferreira disse...

Oi R!!

Bacana suas palavras no meu blog. Muito obrigada;
As vezes eu também leio coisas belas como as que vc escreveu no seu post e fico sem palavras pra comentar.
Falta capacidade para escrever..mas nao para sentir.

Um abraço.obrigada.. e parabéns pelo teu blog...

Lídia Borges disse...

A escrita e a pintura
são como irmãs muito unidas:
A primeira pinta com som,
a outra fala sem voz.

Lídia

Um beijo

PS. obrigada pelas palavras no "Searas de Versos"

BRANCAMAR disse...

E nas linhas do teu pensar, trazes-nos momentos de encantar.

Beijos

TITA disse...

E a tela foi margem...Belo e profundo.Um abraço.

Sonhadora disse...

Meu querido

Preenches a tela com o sentir da tua alma...e as palavras com o coração.
Como sempre deixas-me sem palavras...e tenho saudades.

Beijinho com carinho
Sonhadora

Joicy Sorcière disse...

R. que bom saber que meu comentário para esse alguém em comum trouxe vc até meu blog. Espero recebê-lo mais vezes. Me senti lisonjeada com seu comentário e feliz por ter conseguido tocá-lo com minhas descompromissadas palavras! Volte sempre!! :)

Dois Rios disse...

Traços de puro encanto e beleza num palco pintado com as cores da poesia.

Beijo,
Inês

BlueShell disse...

Na tela, despida de brenco...há amor...
Todo o texto é lindo...perfeito...sublime.
me encantou e me cativou.


Desculpa o atraso na visita...eu tardo...mas venho.
Bj de admiração
BShell

Joicy Sorcière disse...

R, olha eu aqui de novo... rsrs... fiquei muito feliz em ver que muitos “saborearam” minhas aquisições... aquele trio realmente merece todo o nosso respeito. De Kundera, para falar a verdade, não conheço outras obras alem de ‘A insustentável leveza do ser’... já Almodóvar e Gabriel Garcia Marques conheço e amo com propriedade!rsrs Forte abraço

Sandra Zelly disse...

Retrato:

No cérebro, árvore do pensamento, tem um écran multicor, sem necessidade de pincéis nem tintas, as imagens nascem intrínsecas na arte dos traços guiadas por passos que o conduzem às margens brancas da Paz.

Não fuja à resposta...
A tela está na sua alma.

Cerre os olhos e observe-a.

Com admiração, Shalom

P.S.
Este comentário foi enviado em 23 do corrente.
não foi publicado, está no seu direito, como já referi em casos idênticos.

No entanto, frontal como é, agradeço que indique -rejeitado pelo autor do post -, sem quaisquer justificações.
porque talvez não esteja à altura de interpretar a sua escrita, dispensando-me assim dispersar energias, tentando analisá-la.
- poesia e pintura, na minha perspectiva, são artes com diferentes manifestações, embora englobem as duas vertentes.

retrato... disse...

olá Sandra,

Boa Noite

vim em passo de corrida bem acelerado e com a língua de fora lhe digo que juro por tudo o que quiser em como não apaguei nenhum comentário seu aliás não é minha postura apagar comentários sejam eles de quem quer que seja e mesmo independentemente do teor agradável ou desagradável que possam ter.

Sandra,
para mim todos os comentários são importantes pois todos os seus autores têm da minha parte o direito de expressão e seja qual for o teor dos mesmos também da minha parte têm direito a resposta.

algo se passou mas sei que acredita no que lhe digo.

SHALOM
retrato

Sandra Zelly disse...

Retrato:

bem haja pela confiança que lhe inspiro, "sei que acredita no que lhe digo", nem podia ser de outra forma, seguidora fiel como sou, ao aprofundar os ditames que o inspiram, estendo o meu pouco saber a um universo onde procuro a felicidade e a perfeição.

posso não conseguir expressá-lo, daí o temor de inconscientemente O magoar com as minhas apreciações.

Shalom

Ma Ferreira disse...

Oi R.
Obrigada por estar sempre presente prestigiando a minha arte e consequentemente a minha pessoa.
Sinta-se sempre bem-vindo.
Quanto as suas indagações.
Naquele caso eu ja sabia mais ou menos o resultado.
Só não sabia a tonalidade do vermelho pois, de acordo com a cor de argila o resultado muda.
Naquele caso a peça é decorativa.
Alias a maioria de minhas peças são.
Mas faço peças utilitárias. Mas não é minha paixão.
A maioria de tons vermelhos contém chumbo. Mas não todos.
Eu tenho um conjunto para comida japonesa que em breve postarei que fiz em vermelho e preto. No caso utilizei um esmalte sem chumbo.
É isso...

Seu espaço esta muito bonito meu amigo e bom domingo!!

Um abraço da amiga

Ma

Maria João disse...

A tela da nossa vida pode ter mil e uma cores, mil e uma tonalidades e é sempre, não a mais bela das pinturas, mas a forma como amamos a vida que nos foi concedida.

Um beijinho

mfc disse...

Na tela da nossa vida, somos nós os pintores... quem escolhemos as cores, os traços, os claros e escuros... mas precisamos sempre de um modelo que nos inspire!

Joicy Sorcière disse...

RETRATO, realmente, falar de consumismo é de fato necessário mesmo. Desde que fui ao shopping, essa semana, queria falar sobre esse assunto.

Essas tentações que as campanhas nos colocam são mesmo traiçoeiras... concordo com tudo o que vc disse. Pena que nós seres humanos, apesar de diferirmos dos outros animais por sermos “racionais” nem sempre usamos nossa razão de forma positiva, né!? Essa consciência muitas vezes é descartada... :(

Ah, presentear e receber presentes é sempre bom. Eu mesmo, adoro! rsrsrsrs
Forte abraço :D
JoicySorciere - Blog Umas e outras...

BlueShell disse...

Na tela "há cor, há amor"...e claro: "aquela sou eu"!
Excelente, sabias????

Bj

Anónimo disse...

Lindo, como sempre...

Beijo

Alice M.

Joicy Sorcière disse...

R. adoro seus comentários, lá no Umas e outras... já falei que suas palavras me encantam, SEMPRE!!!!???? Exala poesia pura... que lindo!!!
Então, continuaremos seguindo, como mãe e pai babões... :)
Bjinhos ;)

Aninha Zocchio disse...

Nobre amigo!
Seus poemas se esparramam pela tela, ainda que brancas, tomam forma por si somente, e se derrama em luzes e cores, de beleza sutil, mas ainda assim bela!

Agradeço por seu comentário, mas não sei o que acontece com os blogs, vez ou outra ficam desajustados!

Bj!

tulipa disse...

Belas palavras sobre a tela,
o cavalete e a nossa vontade ou não de os usar, pintar,
brincar com os pincéis ou não...
Tenho um fascínio especial por essa arte.
Obrigado pela partilha!

A música deliciosa deixa-me levitar por esse mundo da pintura.

Tenho andado afastada da net, foram uns dias sem net e depois mais 15 de férias, ausente de Portugal.

Já estou de regresso...
fiz o 1º post sobre a minha viagem, se tiver paciência para ler, está convidado.

é assim...eu sozinha pelo Mundo, com esta idade não é muito aconselhável...
se eu tivesse uma companhia seria bem mais agradável, com toda a certeza.
Continuo a procurar as agências de viagem porque fico um pouco mais orientada, (só um pouco...)
no entanto,
eu também me oriento sozinha como consta no meu relato do 1º dia de férias sozinha em Miami.

Tenho que ser desenrascada,
com o meu fraco inglês lá vou indo pelo Mundo e nunca me atrapalhei, felizmente.

Quando faz frio em férias é desagradável, mas antes prefiro frio do que chuva, com frio agasalho-me mais um pouco e vou passear; já com chuva...não dá para ver nada!!!

Um beijinho da Tulipa

Canto da Boca disse...

S., que combinação perfeita! O mundo das emoções e das cores, ali em tela, retratando a bela que povoa seu coração, razão e sensibilidade, só poderia resultar esse belo retrato!

Beijo!

;)

Dois Rios disse...

Vim retribuir a sua sempre gentil visita e, principalmente, em busca de novos e excelentes escritos.

Beijo,
Inês

tulipa disse...

Caro R.
vim
e virei sempre
sinto-me bem AQUI
a música desliza
ao som do piano
eu levito...

Neste feriado aproveito para colocar em dia as visitas aos blogues dos amigos,
porque durante os dias de semana não há tempo para nada...
a vida é um corre-corre!!!

Dezembro é um mês
que eu não gosto
é a altura do ano em que me apetece adormecer para acordar só em Janeiro...

Não sou poeta
mas direi...

e para lá deste outono
quase inverno
sobrevoa o desejo
de alguns momentos
de felicidade
na minha vida
nesta época
insensível e falsa
que se aproxima
a que alguns
chamam de Natal.

deixo-te um abraço,
neste dia gelado e nublado
8 de Dezembro
em que a alma gela
efeitos
da temperatura exterior
e interior

BlueShell disse...

...e agora sou eu quem pergunta:
há quanto tempo não escreves????
Onde anda o meu amigo???
Hummm..fiquei apreensiva!!!
BShell

Joicy Sorcière disse...

RETRATO, meu poeta querido, aproveitei muito o colinho da mamy... agora que ela foi embora, sabe do que estou sentindo falta? Do cheiro dela... eu digo que mãe tem um cheiro inconfundível!!!! Cheiro de colo, cheiro de amor... adoro! Grande beijo em seu coração...
JoicySorciere - Blog Umas e outras...

Joicy Sorcière disse...

RETRATO, meu querido... sempre tão maravilhoso com as palavras! Que linda sua história de leitura. Superação foi a palavra que me veio à cabeça, ao ler seu relato!

Realmente emocionante... adorei ler sobre esse seu amor saudável e apaixonante pelas palavras escritas. Seu blog mostra que vc se saiu bem com essa paixão. Obrigada por dividir comigo e os leitores do meu blog, seu maravilhoso comentário.

Vc mora em Lisboa?

Grande beijo em seu coração... :D

BlueShell disse...

Apreensiva!

Dois Rios disse...

Por que a tela continua despida de cores?

Por que o retrato está vazio da sua presença?

Por que o palco se fechou para as palavras?

Saudades desse palco.

Beijo,
Inês

BlueShell disse...

Um beijo, meu amigo...
BShell

Joicy Sorcière disse...

RETRATO, meu querido poeta, que coisa mais linda ler seu relato sobre o natal... Aqui tbem sempre incentivamos esse encanto... Gustavo sempre ficou eufórico com essa época! O mesmo era com o coelhinho da páscoa.

Então seu filho nunca acreditou? Heheheh... querendo ou não, as crianças de hj tem muito mais acesso a informação e são mais "antenadas"... não tem tanta ingenuidade qto as de antes. RS

Cada comentário seu, enche meu coração de alegria... adooooro! Obrigada por sempre me visitar e expressar sua opinião!

Ahh, a nova postagem lá do blog ficou um pouco mais ácida, sobre o velho Noel...

Bjinhos

Vieira Calado disse...

Olá, como está?

Hoje é só para lhe enviar os meus votos de

FELIZ NATAL.

cordiais saudações.

Tatiana Moreira disse...

A arte retratada em letras poeticas nos levam a voar na imaginação... A tela vai sendo pintada com tons de vida!
Belíssimo!
Vim apreciar e também desejar que o seu Natal seja rico em amor e o novo ano seja marcado por muitas realizações!
Um abraço carinhoso

OutrosEncantos disse...

eu já tinha passado por aqui.
e passei num silêncio que NÃO era 100% de nada.
eu gosto desse:
Olhar...
a tela!

a imagem dessa sequência..., é impressionante!...
é tudo quanto consigo dizer.

não vás embora.
beijo.

Vento disse...

este post está magnifico, Sergio!

magnifico!!!

Pérola disse...

Uma tela faladora...